Profissionais do IFF/Fiocruz participaram do 60º CBGO


O 60º Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia (CBGO) foi realizado de 16 a 19 de novembro, no Riocentro – (RJ). Promovido pela Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), a abertura do evento foi presidida pelo presidente, Agnaldo Lopes, que enfatizou a importância de debater sobre o papel da ginecologia na sociedade. A coordenadora de Ações Nacionais e de Cooperação do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), Maria Gomes; o médico obstetra do IFF/Fiocruz e coordenador da Comissão de Mortalidade Materna da Febrasco, Marcos Nakamura e outros profissionais do Instituto participaram do Congresso.

Coordenado por Marcos Nakamura com a participação de Maria Gomes, o Workshop intitulado: A Mortalidade Materna e a Morbidade Materna Grave no Brasil, discutiu ações e estratégias para redução da mortalidade materna no País, que ainda é um desafio para os serviços de saúde e para a sociedade como um todo. As altas taxas encontradas se configuram um grave problema de saúde pública, atingindo desigualmente as regiões brasileiras, com maior prevalência entre mulheres das classes sociais menos favorecidas. A sugestão do tema nasceu dos debates entre a Comissão de Mortalidade Materna da Febrasco e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Maria Gomes e Marcos Nakamura participaram do 60º CBGO


Outros temas relevantes também foram abordados no evento, bem como: hipertensão, hemorragias, infecção e Covid-19, que são as principais causas de mortalidade e morbidade materna grave.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Destaques

Vídeos