NAP

O Núcleo de Apoio aos Profissionais que atendem crianças e adolescentes vítimas de maus-tratos (NAP) do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), vinculado à Coordenação de Atenção do IFF, tem a missão de subsidiar, por meio de apoio interdisciplinar, os profissionais que atendem crianças e adolescentes vítimas de violência, estabelecendo condutas eficazes de atenção e prevenção.

O objetivo do NAP não é prestar atendimento clínico direto à população, mas contribuir para a reflexão, sensibilização e capacitação dos profissionais do Instituto e das demais instituições que atuam no atendimento às vítimas e suas famílias, promovendo discussões sobre o tema, articulações intra e extrainstitucionais, buscando contemplar a complexidade dos casos que chegam ao IFF.

Criado em 2000 por portaria da Direção do Instituto, na gestão do então diretor Gilberto Cava, o NAP teve a sua primeira reunião ordinária em agosto daquele ano e, até a presente data, sem qualquer interrupção, vem congregando em encontros os profissionais envolvidos com esses agravos. O Núcleo se estrutura como um colegiado composto por representantes dos diversas áreas de atenção do IFF, além de manter articulação com a Coordenação de Ensino.

Nesse sentido, além das reuniões ordinárias, são frequentes consultas e orientações formuladas pelos profissionais que, no cotidiano, deparam-se com os casos de violência contra a população infanto-juvenil que chegam ao Instituto. O NAP também realiza anualmente, desde a sua criação, cursos de 32 horas de duração dirigidos a profissionais das diversas categorias, já tendo contabilizados mais de 1000 (mil) participantes até 2018.
O NAP é um espaço aberto, disponível a todo e qualquer colega que se proponha à discussão das condutas pertinentes aos casos de maus-tratos contra crianças e adolescentes na perspectiva de sua prevenção e promoção de uma convivência intrafamiliar sem violência.
 


Informações Adicionais