Covid-19: os trabalhadores que também cuidam

Desde o início da pandemia global do novo coronavírus, várias medidas vêm sendo adotadas para seu enfrentamento, e o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), que tem como missão promover a saúde de mulheres, crianças e adolescentes e fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS), vem seguindo as recomendações do Ministério da Saúde (MS) e da Fiocruz.

Com o isolamento social visando a redução do ritmo de crescimento de casos, as consultas de informações por telefone aumentaram, como conta a supervisora da telefonia do IFF/Fiocruz, Janete Cristina Campos. “A rotina de ligações está acelerada, principalmente no período da manhã, mas estamos colaborando, esclarecendo as dúvidas dos pacientes e o trabalho vem funcionando bem. Me sinto orgulhosa em saber que estou aqui ajudando de alguma maneira”. Seguindo as precauções, Janete relata os cuidados diários do setor. “Eu e minha equipe nos preocupamos muito com a higienização do equipamento, pois são pessoas diferentes usando, então higienizamos sempre durante e em toda troca de plantão. Além disso, estamos mantendo a distância segura, usando máscara e higienizando bem as mãos. Essa conscientização é fundamental”.


A supervisora da telefonia do IFF/Fiocruz, Janete Cristina Campos (Foto: Everton Lima)

Uma das formas de contágio do coronavírus é justamente o contato com superfícies e objetos contaminados, por isso, requer um cuidado redobrado da encarregada de limpeza do Instituto, Deusa Silva, e sua equipe. “Trabalhamos sempre em prol de manter o ambiente mais limpo e seguro para os pacientes e profissionais, fazendo tudo com o maior cuidado e carinho. É muito gratificante poder contribuir”.


A encarregada de limpeza do Instituto, Deusa Silva (Foto: Everton Lima)

A Manutenção é um outro serviço essencial, pois atua dando suporte para os profissionais durante o período de combate à doença. O gestor do setor, Carlos Meirelles, trabalha no Instituto há 34 anos e entende a importância do apoio prestado. “Estamos muito envolvidos neste trabalho de enfrentamento, pensando inclusive em equipamentos para melhoria do serviço dos profissionais. É uma preocupação constante. Estamos conseguindo somar esforços e fazer um trabalho com o máximo de cuidado para que possamos atender a demanda que o Instituto necessita”. Membro da sua equipe, o engenheiro de segurança, Jorge Luiz Pereira da Costa, completa que buscam compreender as dificuldades para que possam pensar em soluções e melhorias. “Formamos uma rede de solidariedade, cada um dentro do seu conhecimento, contribuindo com o bom funcionamento do trabalho dos profissionais que estão na linha de frente”.


O gestor da manutenção do IFF/Fiocruz, Carlos Meirelles (sentado) e o engenheiro
de segurança, Jorge Luiz Pereira da Costa (Foto: Everton Lima)

Neste momento delicado de pandemia que atravessamos, como forma de restringir a circulação nas dependências do IFF/Fiocruz e garantir maior segurança dos profissionais e pacientes, o supervisor de recepção, Fabricio Campos Pereira, além de gerenciar a equipe que faz a triagem dos pacientes logo na entrada do Instituto, vem contribuindo também buscando medicamentos sob receita na Farmácia do IFF/Fiocruz e entregando diretamente na portaria aos pacientes que já são acompanhados. “Trabalho com o maior prazer e segurança, fazendo uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Fico muito feliz em ajudar”.


O supervisor de recepção do Instituto, Fabricio Campos Pereira, com a
paramentação adequada (Foto: Everton Lima)

Uma das responsáveis por garantir os EPI no Instituto é a gestora do serviço de compras, Cláudia Duarte. “Estamos nos adaptando com toda a urgência e dedicação necessárias no desempenho das nossas funções para aquisição dos insumos e EPI, que são de extrema importância, pois viabilizam a proteção dos profissionais que estão atuando no enfrentamento da Covid-19, além das demais demandas de rotina. O trabalho de equipe só vem a somar e nos sentimos orgulhosos em poder contribuir neste momento tão difícil para a sociedade”. A área de Suprimentos, sob a gestão de Angelica Bottino, tem exercido importante papel estrutural, a fim de garantir a regularidade das normas e procedimentos em uma ação articulada de toda a Fiocruz. “Posso dizer que a sensação de contribuir para a saúde das pessoas em meio a uma pandemia tem tornado este o momento mais significativo dos meus 38 anos de IFF/Fiocruz”, destaca Angelica.


A gestora de suprimentos do IFF/Fiocruz, Angelica Bottino (à esquerda) e a
gestora do serviço de compras, Cláudia Duarte (Foto: Everton Lima)

O diretor do Instituto, Fábio Russomano, reconhece a importância das atividades de apoio e o empenho desses trabalhadores. “Apesar de não estarem no cuidado direto aos nossos usuários, também compõem a linha de frente no enfrentamento à crise sanitária trazida pela pandemia de Covid-19. A contribuição, compromisso e a eficiência desses trabalhadores nos trazem tranquilidade para cumprirmos nossa missão em qualquer tempo”.

Informações Adicionais