Desafios da adolescência na atualidade é tema de evento no IFF/Fiocruz

O Dia do Psicólogo foi comemorado na quinta-feira (29/8), no Anfiteatro A do Centro de Estudos Olinto de Oliveira (CEOO). A Coordenação Técnica de Saúde Mental do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) esteve à frente da organização do evento que debateu os desafios da adolescência na atualidade, com a presença do Diretor do Instituto, Fábio Russomano.


Juliana Martins, Antônio Flávio Meirelles, Fábio Russomano e Dolores Vidal na mesa de abertura

Coordenadora técnica de saúde mental do IFF/Fiocruz, Juliana Martins observou, na mesa de abertura, que chegam à instituição muitas dúvidas sobre como lidar com adolescentes nas mais diversas situações. “Ao mesmo tempo que existe essa demanda, me parece também que existe na sociedade uma forma estereotipada de falar sobre essa fase do desenvolvimento como uma fase problemática. Nós não podemos esquecer, no entanto, que o adolescente vive um processo que no seu fim tem como resultado tornar-se um adulto consciente e integrado à sociedade”.

Reconhecendo a importância do trabalho da Coordenação Técnica de Saúde Mental para a instituição, que também lida com adolescentes, o diretor do CEOO, Antônio Flávio Meirelles, pontuou que o tema do evento foi muito bem escolhido. “Esse grupo de pacientes é muito vulnerável, especialmente na saúde mental. Reconhecer a parceria da equipe de saúde mental é um dever”, ressaltou.

Responsável por conduzir o evento, a psicóloga do IFF/Fiocruz Lália Dayse de Oliveira acrescentou que sua equipe atende, em nível ambulatorial, crianças, adolescentes e mulheres que são encaminhadas das diversas áreas da unidade, e que a Coordenação Técnica de Saúde Mental do Instituto também desenvolve práticas de cuidado de maneira multiprofissional, em parceira com os colegiados, nas enfermarias.

O evento contou ainda com a participação do professor do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador do Proadolescer/Ipub/UFRJ, Edson Saggese; da coordenadora do curso de especialização em psiquiatria e psicanálise com crianças e adolescentes do Ipub/UFRJ, Diana Daddorian; da professora associada da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e professora visitante da UFRJ, Leila Dupret; e da psicóloga da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS-RJ), Luciana Bacellar. 

Informações Adicionais