II Jornada Científica Pediátrica aborda cuidados de crianças com condições complexas

O Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) realizou, com apoio da Vice-Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS) da Fundação, a II Jornada Científica Pediátrica, com o tema “Os Desafios do Cuidado com Crianças com Condições Crônicas Complexas em Domicílio e no Hospital”, que aconteceu no Hotel Windsor Flórida, no Rio de Janeiro. Dias 24 e 25/10, o evento reuniu destacados especialistas que tiveram a oportunidade de compartilhar seus conhecimentos com professores, pesquisadores, residentes e demais participantes de todas as áreas da saúde com interesse científico e acadêmico no bem-estar de crianças e adolescentes.


O professor Emerson Mehry na conferência magna da Jornada

Sob o título "Produção do Cuidado nas Condições Crônicas Complexas em Pediatria – de que tecnologias estamos falando?", a conferência magna da Jornada, com o professor de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Emerson Mehry, abordou o exercício médico com uma visão ética sobre a sensibilidade implícita no relacionamento do profissional da saúde e com os pacientes pediátricos.

De acordo com Mehry, as tecnologias que os especialistas da saúde precisam são “tecnologias imateriais que se ativem frente às relações para superar a medicalização, para entrar em um encontro com corpos sensíveis ética e esteticamente, com vidas que merecem ser preservadas”. De acordo com ele, “é por isso que o corpo está além da anatomia, ele está composto por órgãos sensíveis capazes de estabelecer relacionamentos com os outros”. Também, o professor destacou o papel dos profissionais da saúde como geradores de vida, “com um saber tão incredível e poderoso sobre o corpo do outro que, por isso, devemos ter muito cuidado com o que significa essa vida, e isso também é entendido através das relações sem preconceito para além das tecnologias”, concluiu.

O evento também permitiu a socialização e troca de experiências sobre os “Cuidados Paliativos Pediátricos Não Oncológicos”, através da conferência do oncologista e pesquisador do IFF/Fiocruz Dante Pagnoncelli e da especialista em cuidados paliativos neonatais Jussara Lima Souza. “Devemos focar de maneira diferenciada nossos pacientes, pois temos uma carga de tristeza muito grande em situações terminais e precisamos acolher também as suas famílias com fins terapêuticos”, comentou Jussara. “Por isso, é importante o atendimento com uma equipe multidisciplinar, assim como o espaço que podemos dar para eles, para que possam vivenciar o luto e para tirar todas a dúvidas do acontecido durante o tratamento”, ressaltou ela.

Com a mediação da coordenadora do programa Saúde e Brincar do IFF/Fiocruz, Rosa Mitre, Jussara explicou que não é fácil lidar com pacientes no final da vida. “Isso não é ensinado na faculdade, muitas vezes ficamos com uma sensação de incapacidade frente a diagnósticos terminais, e é nestas situações que temos que cuidar do corpo, da mente e do espírito também”, finalizou.


Na mesa, Dante Pagnoncelli, a comentadora Rosa Mitre e Jussara Lima

Na opinião de Dante Pagnoncelli, os cuidados paliativos, além de serem uma obrigação do sistema de saúde, são um dever do profissional. “É certo que você tem que falar a verdade para o paciente e sua família, mas você não pode falar ao paciente que ele está morrendo, pois aceleraria a morte dessa pessoa. Não é fácil, mas temos que procurar as trilhas que permitam ser fieis à verdade, mas lidando com delicadeza, não com grosseria. E por isso é muito importante a comunicação, a capacidade de estar e oferecer empatia”, apontou ele.

Durante a Jornada, também foram realizadas conferências sobre avaliação e acompanhamento nutricional de crianças com condições crônicas complexas, a contribuição da psicologia hospitalar no contexto multidisciplinar para doenças na infância e na adolescência e a resiliência no campo da saúde, entre outros temas de interesse para a melhoria da atenção pediátrica.




Informações Adicionais