IFF/Fiocruz realiza o I Seminário de Integralidade: Cuidado centrado no paciente

O Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) realizou durante os dias 4, 5 e 8 de outubro o I Seminário de Integralidade: cuidado centrado no paciente, no Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Organizado pela Coordenação da Atenção e por gestores de áreas do Instituto, o encontro reuniu cerca de 70 profissionais, com o objetivo de diminuir a fragmentação do cuidado.

Na mesa de abertura, o coordenador de Atenção à Saúde do IFF/Fiocruz, Antonio Albernaz, contou que o seminário foi construído a partir da aproximação das áreas envolvidas para garantir maior segurança e qualidade no atendimento. “É um esforço contra a fragmentação e que pretende pactuar um rumo em relação ao aprimoramento dos processos, alinhado sempre ao planejamento estratégico, promoção da saúde da mulher, da criança e do adolescente e fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS)”, assegurou ele.

O diretor do IFF/Fiocruz, Fábio Russomano, explicou que a integralidade é um dos princípios básicos do SUS e que o seminário contribui para uma construção coletiva do alcance das metas com participação, corresponsabilização e transparência. “Lembro que somos um Instituto Nacional, que temos entre as nossas atribuições a formação de pessoas e construção de conhecimento, a avaliação, desenvolvimento e validação de novas tecnologias e modelos gerenciais de atenção à saúde e assessoria técnica, como unidade de referência, ao SUS e a outras instituições afins. E aqui está a inovação enquanto gestão de uma instituição pública, como exemplo que podemos ser para outras instituições”, afirmou ele.


Mesa de abertura (da esquerda para a direita): Antonio Albernaz e Fábio Russomano

O evento contou com a participação de profissionais que desenvolvem trabalhos voltados para o tema, como o professor do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) Ruben Mattos, o professor do departamento de Planejamento em Saúde do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal Fluminense (UFF) Aluísio Gomes da Silva Junior, a pesquisadora e professora do programa de Pós-Graduação em Saúde Pública da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/Fiocruz) Margareth Portella e o consultor Daniel Beltrammi. Ao longo dos três dias de evento, foram realizadas conferências, palestras e atividades em grupo para a apresentação de propostas, com o intuito de aprimorar o cuidado prestado aos usuários atendidos no IFF/Fiocruz.


Discussão e apresentação das propostas elaboradas durante o evento

Informações Adicionais