IFF/Fiocruz promove 26ª Reunião Anual de Iniciação Científica (Raic)

Na quinta-feira (17/5), aconteceu a 26ª Reunião Anual de Iniciação Científica (Raic), no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz). Durante a reunião, oito estudantes de graduação apresentaram seus projetos de pesquisa, desenvolvidos sob a supervisão de profissionais do Instituto. A pesquisadora e gerente do Serviço de Hemoterapia do IFF/Fiocruz, Cristina Pessoa, disse estar orgulhosa em participar como membro da Comissão Avaliadora dessa edição da Raic. “É um momento de estímulo, de preparação e dos alunos fazerem uma síntese, ponto de reflexão e de revisão do que está sendo feito. E todos tiveram uma apropriação muito interessante do seu objeto de pesquisa, têm potencial e estão incorporando o olhar de pesquisador e o pensamento crítico, de ver a ciência, a finalidade e a importância social do produto do conhecimento”, destacou ela.

Também integrante da Comissão Avaliadora, a pesquisadora e coordenadora do Laboratório de Alta Complexidade do IFF/Fiocruz, Letícia Guida, destacou que, para a Fiocruz, é muito significativo contribuir para a formação de pessoas e pesquisadores, pois mesmo que eles não sigam a carreira na pesquisa, trata-se de uma experiência fundamental para sua atuação profissional.

Sobre a escolha, a pesquisadora, imunologista do IOC/Fiocruz e também integrante da banca avaliadora Adriana Vallochi explicou os critérios utilizados. “Fica claro o comprometimento de todos eles e avaliamos, como cientistas, cidadãos e professores, os trabalhos apresentados. A gente nota que eles estão aprendendo muito, aplicando e vão levar para a vida”, afirmou Adriana.

Ao final do evento, Cristina Pessoa analisou a exposição pública dos temas abordados e comentou sobre a premiação. “Esse encontro possibilita auxiliar também os próprios orientadores, pois podemos dar sugestões que dão a oportunidade, aos jovens pesquisadores, de ver algum ponto que possa ter passado despercebido. A questão do prêmio acaba se tornando um detalhe, pois estar se dedicando à pesquisa já é um grande mérito”, concluiu.
Após parecer da Comissão, os três trabalhos abaixo foram premiados com o custeio de diária e inscrição em um evento científico nacional:

Bolsista: Alexandre Mello Savoldi
Projeto: Estudo clínico-epidemiológico exploratório prospectivo de pacientes encaminhados como osteogênese imperfeita (OI) no ambulatório de OI do CROI/IFF
Orientador: Juan Clinton Llerena Junior

Bolsista: Alice Rodrigues de Souza
Projeto: Análise da formação em ciências sociais em saúde
Orientador: Suely Deslandes

Bolsista: Bruna Rodrigues de Paiva
Projeto: Qual percentual de expressão de p1614INKa E Ki67 é mais adequado para definir uma biopsia de colo uterino, com diagnóstico de NIC II, em lesão de alto ou baixo grau? Orientador: Cecília Vianna de Andrade

Veja a lista dos outros trabalhos apresentados:

Bolsista: Elissa Oliveira
Projeto: Gênero do bebê influencia a composição nutricional do leite humano?
Orientadora: Maria Elisabeth Lopes Moreira

Bolsista: Lisa Helena Corrêa de Moura
Projeto: Avaliação Nutricional dos recém-nascidos pretermos com displasia broncopulmonar
Orientador: Saint Clair Junior

Bolsista: Nicole Velloso de Oliveira
Projeto: O que nos dizem os familiares de crianças e adolescentes com doenças raras e complexas sobre a busca por garantir o direito à saúde de seus filhos?
Orientadora: Martha Moreira

Bolsista: Igor Oliveira
Projeto: Análise do manejo metodológico na produção científica em Ciências Sociais em Saúde
Orientadora: Suely Deslandes

Bolsista: Tayane Ventura Lins Ferreira
Projeto: Apoiando a busca de evidências em crianças portadoras de lesões neurológicas decorrentes de exposição fetal ao Zika vírus: a interface entre a pesquisa e a clínica.
Orientadora: Lucia Monteiro


Organizadoras do evento, alunos, orientadoras e avaliadoras celebram importância da Raic

Informações Adicionais