Laboratório de Prova de Função Pulmonar

A prova de função pulmonar (PFP) mede o quanto o paciente é capaz de mover o ar para dentro e para fora dos pulmões. Ela poderá avaliar também a resistência das vias aéreas por pletismografia, que são testes que ajudam a avaliar o tamanho das vias aéreas da criança. Esses testes vão ajudar o médico a dizer se o(a) seu(sua) filho(a) tem doença pulmonar e quais medicamentos podem ajudar. Será solicitado que o paciente use um clipe nasal para evitar que respire através de seu nariz durante o exame. Segue, então, a realização de uma respiração profunda, seguida por um sopro forte dentro de um bocal com filtro descartável que está conectado a um computador. Para análise de resistências das vias aéreas, a criança irá respirar calmamente e regularmente em um bocal. Se o paciente estiver resfriado, com sinusite ou outra razão que o torne incapaz de fazer o teste, ou se você tiver dúvida sobre o exame, avise à equipe do Laboratório de PFP do IFF/Fiocruz assim que possível. Eles irão decidir se o teste pode ser realizado ou se deve ser remarcado.

O que é o teste de resposta ao broncodilatador?

O médico pode querer avaliar se o paciente tem uma melhora após a inalação de um broncodilatador (um medicamento que abre os brônquios). Vai ser administrado um medicamento inalatório, com efeito broncodilatador (normalmente, salbutamol ou fenoterol), depois de completar a primeira fase do exame. Após 15 minutos de ter recebido essa medicação broncodilatadora, seu(sua) filho(a) vai repetir o teste. Os resultados obtidos na segunda fase do teste serão comparados com os obtidos na primeira etapa para saber se o medicamento causa melhora na respiração do paciente.

Devo administrar medicamentos prescritos ao(a) meu(minha) filho(a) antes de realizar esse tipo de exame?

Alguns medicamentos poderão mascarar os resultados da PFP. Broncodilatadores de ação curta, como salbutamol, fenoterol ou a combinação de broncodilatadores, como fenoterol/ipratrópio, não devem ser administrados durante pelo menos quatro horas antes do exame. Além disso, pode ser orientada a interrupção do uso do broncodilatador de longa ação que pode estar associado ou não ao corticoesteróide inalatório. Se o paciente usa qualquer um desses medicamentos, pode ser orientado a não utilizá-lo de 12 a 24 horas antes da PFP. Se tiver dúvida, pergunte ao médico. Para realizar o exame, a criança deve se alimentar, porém não pode ingerir chocolate, café, chá e refrigerantes.


Contatos


Telefone: (21) 2554-1852 / E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Fonte: American Thoracic Society( ATS/ERS  2016)

 



Informações Adicionais